FUJA DAS PROMESSAS DE FINAL DE ANO!

Todo fim de ano o discurso se repete. Planos, projetos, promessas e por aí vai. Comprometemo-nos a ter uma vida mais saudável, a passar mais tempo com a família, a valorizar mais os amigos, a buscarmos maior intimidade com Deus. Enfim, de academia a casamento, as promessas são incontáveis e elas nos sufocam, ano a ano.

Existe em nossa natureza algo que nos empurra à mentira, à falta de comprometimento, e isso viabiliza o não executar de cada uma dessas promessas. Quando dizemos: “no ano que vem serei um filho melhor”, mas não honro minha palavra, a falta de empenho que há intrinsecamente dentro de mim, me levará a não cumprir a promessa feita e consequentemente a mentira estará ali, presente. Mais uma vez! Não que essas reflexões sejam ruins, mas elas precisam ser verdadeiras. Não posso fazer um juramento – aliás, não devo fazer; Mateus 5.34 – que não conseguirei cumprir. Se prometer e não cumprir o resultado será a mentira, e sabemos quem é seu pai; João 8.34.

Muito provavelmente ao chegarmos antes mesmo da metade do novo ano, já não nos lembraremos das promessas que fizemos e a mentira começara a se enraizar novamente em nós. Sabe aquela conversa de que “na segunda vou começar um regime” ou “na segunda volto pra academia”? O caminho é quase o mesmo. Apesar da inconsciência que por vezes temos dessa mentira, ela existe e nos causa grandes danos, afinal a mentira é pecado e “o salário do pecado é a morte” (Romanos 6.23). Se olharmos para trás, com certeza veremos que ainda não cumprimos promessas que para nós mesmos fizemos nos últimos 2 ou 3 anos, e elas vão se acumulando de forma que o cumprimento de todas elas vai ficando cada vez mais remoto. Por isso, podemos concluir o fato de que temos um grande débito com nós mesmos que devemos saldar. Esse pagamento começa com o afastamento das mentiras e o caminhar em direção a Verdade. Nada além de ‘sim’, ‘sim’, e ‘não’, ‘não’ (Mateus 5.37) deve sair de nossa boca. Fuja das promessas de final de ano! Precisamos pronunciar – primeiro a nós – palavras verdadeiras, com honestidade no íntimo do nosso coração para que isso gere vida – primeiro em nós e de maneira contagiante aos outros.

Também devemos retirar nossos olhares dos nossos planos e projetos para que possamos voltar nossa atenção àquilo que Deus tem planejado para nossas vidas. O instinto de auto-controle e independência que temos nos afasta de Deus e dos sonhos dEle para nossas vidas. Na vida cristã não há caminhada de sucesso que não comece com um sonho no coração de Deus, que no meio do percurso não passe por uma abnegação das nossas vontades e com um final em que reconheçamos – prostrados – que tudo nos foi concedido pela indescritível graça de Cristo Jesus. Precisamos nos lembrar disso para que desfrutemos de uma vida que gere a Vida de Cristo em nossos corações.

Como disse no inicio, não há nada de errado em se planejar para um novo ano, a morte está no pecado da mentira e na absurda ideia de que podemos por nossas forças decidir sobre como serão os próximos 365 dias de nossas vidas. Nem sabemos se o teremos. O pecado está em não confiar na soberania de Deus, ”Pecado é o que você sente, pensa e faz quando não confia no que Deus disse e não descansa em suas promessas.” John Piper. É muita prepotência cogitar a ínfima possibilidade de que a minha capacidade de planejamento seria melhor que a Dele, que criou terra e céus. Afinal: “Muitos são os planos no coração do homem, mas o que prevalece é o propósito do Senhor” (Provérbios 19:21). Devemos sempre nos lembrarmos dessas palavras.

Que tenhamos um novo ano abençoado, que nossos planos sejam quebrados pelos planos do Eterno, e que esses prevaleçam; hoje e até a volta de nosso Salvador Jesus Cristo. Amém!

Anúncios

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s